Campo Grande/MS, Quarta-Feira, 20 de Outubro de 2021 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Sábado, 18 de Setembro de 2021, 08h:04
Tamanho do texto A - A+

Macaco bugio recebe primeiros socorros em clínica veterinária

Primata foi mordido por um animal foi resgatado pela PMA em uma residência

Elaine Silva
Capital News

Divulgação

Macaco bugio recebe primeiros socorros em clínica veterinária

Macaco bugio

 

Macaco bugio, que recebeu cuidados médicos na Clínica Veterinária da Faculdade Anhanguera, na última quarta-feira (15), em Itaporã. "Um morador entrou em contato conosco avisando que avistou um macaco no seu quintal. Junto da PMA, conseguimos trazê-lo para nossa unidade, para receber atendimento de emergência, dada sua condição", diz a Medicina Veterinária , Mariana Belloni,

 

A especialista relata esse caso mais recente em que o macaco bugio foi resgatado, inicialmente, pela Polícia Militar Ambiental (PMA) e recebeu atendimento na faculdade. "Fizemos a sedação, avaliamos seu quadro, mas mesmo com os curativos e o pronto atendimento, ele veio a óbito. Seu pescoço estava muito machucado em razão das mordidas que sofreu", lamentou a professora.

 

A coordenadora do curso explica que esse tipo de atendimento é realizado por meio de parceria com a PMA, que faz a coleta do animal e dependendo do seu estado de saúde, encaminha para a unidade de atendimento. "Também há casos em que a própria pessoa faz seu transporte até o hospital. No entanto, sempre orientamos a fazer o contato com a PMA, já que é considerado crime transitar com animais silvestres sem autorização", alerta. Por meio da parceria, os animais recebem atendimento clínico, cirúrgico e radiológico. "Também alertamos a polícia que estamos tratando o bicho e após a recuperação, o órgão fica responsável por reintegrá-lo à natureza", explica.

 

Dentre os animais que mais recebem cuidados na clínica, a professora cita aves como arara e periquitos, com fraturas, mas também capivaras, macaco prego e outros.  Conforme a assessoria, também há atendimento para animais exóticos que são criados em casa, como hamster, porquinho de índia e calopsitas.

 

Confira as dicas da professora sobre como agir ao encontrar um animal silvestre:

- Ligar para a PMA em qualquer caso: animais em situação de maus tratos, fora do seu habitat natural; é preciso comunicar a situação;

 

- Na impossibilidade do resgate pelo órgão, a pessoa pode fazer o transporte, desde que dê ciência junto à PMA, para evitar penalidades;

 

- Não mexa no animal nem tente dar os primeiros socorros e medicamentos. Avise a PMA e aguarde orientações de como prosseguir;

 

- Entre em contato com a Clínica de Medicina Veterinária e peça mais orientações.

 

Serviço

A Clínica de Medicina Veterinária da Faculdade Anhanguera Dourados funciona de segunda a sexta-feira, das 13h às 17h, na Rua Manoel Santiago, 1155, Vila São Luiz. O agendamento pode ser feito pelos telefones 67 3416-8130 e 99691-0883 (whatsapp).

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix