Campo Grande/MS, Quarta-Feira, 19 de Setembro de 2018 | 23:57
27˚
(67) 3042-4141
Rural
Quinta-Feira, 08 de Março de 2018, 10h:09
Tamanho do texto A - A+

Inovações na produção de ovinos são abordadas na Dinapec

Mato Grosso do Sul conta com um rebanho superior a 505 mil cabeças de ovinos

Esthéfanie Vila Maior
Capital News

Embrapa

Inovações na comercialização e produção de ovinos são abordadas na Dinapec

Evento segue até sexta-feira (09) com roteiros tecnológicos e oficinas para visitantes

Inovações para comercialização e produção de ovinos serão apresentadas aos participantes da Dinâmica Agropecuária (Dinapec) 2018. O evento segue até sexta-feira (09) na Embrapa Gado de Corte, em Campo Grande.

 

O roteiro tecnológico sobre ovinocultura trará informações sobre bem-estar animal, produção integrada, nutrição, manejo animal e de pastagens. Mato Grosso do Sul conta com um rebanho superior a 505 mil cabeças de ovinos, em crescimento ininterrupto desde o início da década de 1990, segundo dados do IBGE. Atualmente, o estado possui o nono maior rebanho de ovinos do país e é o quarto maior produtor de lã no Brasil.

 

Roteiro

Um dos pontos apresentado é a integração lavoura-pecuária-floresta, onde a produção de ovinos é realizada em área com plantio de capim e eucalipto. O pesquisador Fernando Reis, do Núcleo Centro-Oeste da Embrapa Caprinos e Ovinos, explica os benefícios para bem-estar animal, nutrição e pastagens. “A presença de árvores e sombra auxilia no desenvolvimento do capim e seu valor nutricional. O crescimento ao sol tem bons resultados, mas faz com que capim se torne mais fibroso em período seco”, afirma.

 

De acordo com o pesquisador, outra vantagem é a rotação de culturas, que pode reduzir incidência de parasitas. “Um plantio de capim na sequência de uma lavoura de grãos pode resultar em um pasto com menor presença de agentes causadores da verminose em ovinos”, orienta.

 

Durante o roteiro, também será apresentada a Propriedade de Descanso de Ovinos para Abate (PDOA), desenvolvida em parceria pela Embrapa, Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (Famasul), Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro) e Associação Sul Mato Grossense de Criadores de Ovinos (Asmaco).

 

O pesquisador explica que, com o PDOA o produtor de pequenos rebanhos pode marcar um dia para embarcar e comercializar em conjunto com outros criadores, negociando em melhor condição com frigoríficos. O embarque coletivo de ovinos facilita a inserção de pequenos produtores no comércio legalizado.

 

Também será abordada a unidade de observação para recria de borregas, com diferentes forrageiras para avaliação de exigência nutricional. O objetivo de racionalizar melhor o capim disponível, facilitando a rotação de áreas para pastejo.

 

O roteiro tecnológico também contemplará a apresentação de estudo da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS) sobre avaliação técnico-econômica de suplementação de fêmeas e cordeiros. Também será feita demonstração de cães de pastoreio da raça Border Collie. 

 

Para participar o visitante deverá se inscrever, preferencialmente, pelo site  www.dinapec.com. As inscrições também podem ser feitas na hora da visita à Dinapec. 

 

Dinapec 2018

O tema da Dinapec 2018 é Agropecuária de Baixo Carbono e serão oferecidos roteiros tecnológicos e oficinas voltados à diversificação e intensificação dos sistemas agropecuários, com foco na sustentabilidade.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix