Campo Grande/MS, Quarta-Feira, 22 de Novembro de 2017 | 00:27
27˚
(67) 3042-4141
Rural
Terça-Feira, 05 de Setembro de 2017, 19h:15
Tamanho do texto A - A+

Iagro alerta para obrigatoriedade do cadastro da área onde será plantada soja

Alerta da Iagro vai também para as sanções que podem ocorrer caso os produtores não façam o cadastro

Flávio Brito
Capital News

Kelly Ventorim/Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal

Cadastro

Expectativa é de que Mato Grosso do Sul tenha uma safra de 2,6 milhões de hectares

Desde o dia 1º de setembro, encontra-se aberto no sistema da Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro) o período para registro das áreas onde os produtores de Mato Grosso do Sul farão o cultivo da soja na safra 2017/2018. O cadastro, que é obrigatório, deve ser realizado exclusivamente pela internet no site da Agência até o dia 10 de janeiro de 2018.

Segundo o engenheiro agrônomo, Filipe Portocarrero Petelinkar, fiscal agropecuário da Divisão de Defesa Sanitária Vegetal da Iagro, na última safra a agência recebeu mais de 92% de adesão no cadastramento, índice recorde para esta medida, que é pré-requisito para a implementação das medidas de defesa sanitária vegetal em Mato Grosso do Sul.

O alerta da Iagro vai também para as sanções que podem ocorrer caso os produtores não façam o cadastro. “Quem não atualizar os dados ou não se cadastrar pode, conforme lei, pagar multa, o que esperamos que não ocorra com nenhum produtor” explica.

Segundo ele, o maior conhecimento sobre a importância deste trabalho tem consolidado a parceria entre Estado e produtores. “A medida é protetiva. Precisamos saber quais propriedades estão plantando soja para monitorar e evitar grandes problemas com a sanidade vegetal”, reforçou o agrônomo, lembrando a importância dos dados para o serviço defesa sanitária vegetal.

Semeadura

Conforme dispõe a Lei Estadual 5.025/2017, os produtores devem cumprir a janela de semeadura para a cultura da soja, plantando entre os dias 16/09 e 31/12/2017. Além de respeitar a nova determinação de não plantar soja sobre soja, soja segunda safra ou soja safrinha.

A expectativa é de que Mato Grosso do Sul tenha uma safra de 2,6 milhões de hectares da leguminosa. Atualmente, o Estado ocupa a 5ª posição no ranking nacional de produção de soja em grão e o 6º lugar em exportação, com participação de 7,6% na produção brasileira de soja neste ano, segundo a Aprosoja.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix