Campo Grande/MS, Segunda-Feira, 20 de Novembro de 2017 | 06:11
27˚
(67) 3042-4141
Rural
Quinta-Feira, 31 de Agosto de 2017, 10h:47
Tamanho do texto A - A+

Cotação média da saca de milho cresce quase 10% em MS

Informação foi divulgada em Boletim Agrícola de departamento de economia

Laura Holsback
Capital News

Boletim Agrícola divulgado pelo Departamento de Economia do Sistema Federação de Agricultura e Pecuária (Famasul) aponta para forte valorização na cotação média da saca de milho, em Mato Grosso do Sul.

Divulgação

Cotação média da saca de milho cresce quase 10% em MS

Valorização se deve a demanda internacional, diz especialista

No período entre 1º e 28 de agosto, o valor da saca fechou em R$ 17,44 e representa avanço de 9,84%. Entre as praças pesquisadas, o destaque ficou por conta de Caarapó, com alta de 12,5%, onde a saca registrou R$ 18.

De acordo com assessoria de comunicação da Famasul, o economista Luiz Gama, dentre os fatores que justificam essa valorização se destaca a demanda internacional aquecida. “A expectativa de aumento nas exportações de milho até o final de agosto é muito boa. Soma-se a isso as recentes altas do dólar, que avançou 2,6% na primeira quinzena deste mês, e o produtor que, por enquanto, não tem marcado presença no mercado em função do baixo preço pago pela saca”, esclarece.

Outra boa notícia é que, apesar de algumas precipitações significativas em várias regiões, o clima tem colaborado para a evolução da colheita em todo estado. Conforme o último levantamento do Sistema de Informação Geográfica do Agronegócio (Siga), 79,2% da área de milho já foi colhida. A previsão para o ciclo 2016/2017 é de 9,2 milhões de toneladas, com produtividade média estimada em 85 sacas por hectare.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix