Campo Grande/MS, Segunda-Feira, 24 de Julho de 2017 | 18:39
27˚
(67) 3042-4141
Rural
Sexta-Feira, 12 de Maio de 2017, 18h:16
Tamanho do texto A - A+

Aprosoja diz que segunda safra 2016/2017 do milho está satisfatória em Mato Grosso do Sul

Para a produtividade, o número estimado é de 45,5% superior ao que foi alcançado na safra do ano passado

Cristiano Arruda
Capital News

Divulgação/Assessoria

Embrapa apresenta manejo e bem-estar animal em estande da Showtec 2017

A estinativa de produção do milho para a segunda safra, ainda segundo a AprosojaMS é de que o estado tenha a área de 1.800 milhão de hectares plantados

Em Mato Grosso do Sul a segunda safra 2016/2017 do milho está satisfatória segundo a AprosojaMS. As informações foram levatandas em diversas regiões do estado por técnicos do Sistema de Informação Geográfica do Agronegócio.

Situação das lavouras por região:

Região norte
Municípios: Cassilândia, Chapadão do Sul e Costa Rica
Situação geral das lavouras: no que se refere às pragas, apesar de controladas, a cigarrinha-do-milho está dando trabalho aos produtores. Preocupação também para os ataques de porcos do mato principalmente em áreas de Costa Rica e Chapadão do Sul. As chuvas até o momento estão satisfatórias para o desenvolvimento da cultura, apesar da inexistência de precipitações na última semana.

Região centro- norte
Bandeirantes, Camapuã, Jaraguari e São Gabriel do Oeste
Situação geral das lavouras: devido às boas condições climáticas desde o início da safra, as lavouras encontram-se bem nutridas, pragas e plantas daninhas encontram-se controladas e são estimadas boas produtividades.

Região Centro
Municípios: Campo Grande, Rio Brilhante, Sidrolândia e Terenos
Situação geral das lavouras: no que se refere às plantas daninhas, apesar de controladas, a maior pressão continua sendo o capim amargoso. A Lagarta do Cartucho ocorre com maior incidência em áreas com milho convencional, porém ainda não há relatos de perdas. As chuvas até o momento estão satisfatórias para o desenvolvimento da cultura.

Região sudoeste
Municípios: Itaporã e Maracaju
Situação geral das lavouras: no que se refere às pragas, principalmente lagartas, apesar de controladas, em alguns locais estão sendo necessárias até 4 aplicações de defensivos. As chuvas até o momento estão satisfatórias para o desenvolvimento da cultura, porém em algumas propriedades de Maracaju já há relatos de estiagem.

Região sudeste
Municípios: Anaurilândia, Batayporã, Ivinhema, Nova Andradina e Taquarussu
Situação geral das lavouras: as pragas e plantas daninhas encontram-se controladas e as chuvas até o momento estão satisfatórias para o desenvolvimento da cultura.

Região sul
Municípios: Douradina, Dourados, Fátima do Sul e Vicentina
Situação geral das lavouras: as pragas e plantas daninhas encontram-se controladas e as chuvas até o momento estão satisfatórias para o desenvolvimento da cultura.

Região sul-fronteira
Municípios: Amambai, Aral Moreira, Coronel Sapucaia e Ponta Porã
Situação geral das lavouras: as pragas e plantas daninhas encontram-se controladas e as chuvas até o momento estão satisfatórias para o desenvolvimento da cultura.


A estinativa de produção do milho para a segunda safra, ainda segundo a AprosojaMS é de que o estado tenha a área de 1.800 milhão de hectares plantados, o que significa uma projeção de volume na produção de 9,180 milhões de toneladas, alcançando assim, a média de produtividade com cerca de 85 sc/ha.

Para a produtividade, o número estimado e de 45,5% muito superior ao que foi alcançado na safra do ano passado comparada  com o mesmo período, onde houve uma quebra na produção do milho por conta das condições climáticas. A produtivade média de 2016 para o estado foi de 58,4 sc/ha.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix