Campo Grande/MS, Sábado, 20 de Julho de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
2018
Terça-Feira, 01 de Janeiro de 2019, 09h:00
Tamanho do texto A - A+

Clubes do MS seguem sem se destacar em competições nacionais

Corumbaense, Operário e Novo foram apenas figurantes na Copa Verde, Série D e Copa do Brasil

Rogério Vidmantas
Capital News

Sérgio Porto/CEC

Ceilândia Novo

Novo passou pela primeira fase da Série D, esteve perto da classificação na segunda, mas ficou pelo camiho

Enquanto buscam se estruturar, os clubes sul-mato-grossenses seguem sem conseguir se destacar em competições fora dos limites do Estado, sejam em competições nacionais, como a Copa do Brasil ou a Série D do Campeonato Brasileiro, ou torneio regionais como a Copa Verde, a primeira fase parece ser uma barreira quase que intransponível para os times locais. 

 

Em 2018, o Corumbaense até passou a primeira fase da Copa do Brasil, enquanto o Novo FC, não. Na Série D, ao contrário, o time campo-grandense surpreendeu e se classificou enquanto o Carijó, caiu. Na Copa Verde, Operário e Corumbaense ficaram na etapa inicial.

Anderson Ramos/Capital News

Operário Cuiabá

Operário enfrentou o Cuiabá e caiu na primeira fase

 

Copa Verde

O torneio regional que começou a ser disputado em 2014 pode ter tido sua última edição no ano passado, já que a CBF ainda não confirmou sua realização em 2019 e, se terminou, os times de Mato Grosso do Sul não tiveram o gosto de avançar além dos primeiros adversários. Em 2018, Corumbaense e Operário FC disputaram a competição, sendo que o primeiro entrou na fase preliminar. O Carijó da Avenida enfrentou o Ceilândia-DF e avançou ao vencer em casa por 3 a 1, gols de Jaime, Willian e Geraldo, com Alcione descontando. Na volta, o time candango venceu por 1 a 0, gol de Adriano, mas o saldo de gols favoreceu o time do MS.

 

Na primeira fase, Corumbaense e Operário caíram para times do Mato Grosso. O Galo enfrentou o Cuiabá-MT e saiu na frente ao vencer no Morenão por 1 a 0, gol de Alan aos 32 minutos do segundo tempo. Na volta, um empate bastaria, mas o Dourado fez valer a força de um time que até então disputava a Série C do Brasileiro. Fez 3 a 0, gols de Josimar, Jenilson e Ednei e ficou com a vaga na segunda fase.

 

O Corumbaense recebeu o Luverdense-MT e não teve a menor chance contra o time que disputava a Série B do Brasileiro. Na ida, no Arthur Marinho, o time mato-grossense abriu larga vantagem ao vencer por 2 a 0, gols de Rennan e Ariel, ambos na etapa final. Na volta, em Lucas do Rio Verde, vitória do time da casa por 3 a 2, com dois gols de Rafael e outro de Eduardo, com Everton e Geraldo descontando para o adversário, desclassificado.

 

Copa do Brasil

Corumbaense e Novo foram os representantes sul-mato-grossenses na Copa do Brasil e, na primeira fase, eram obrigados a vencer o jogo único para avançar. No Estádio Morenão, o Novo recebeu o Salgueiro-PE e viu a classificação ficar distante quando o adversário abriu 2 a 0, gols de Willian e Fabiano. A esperança voltou ao time da Capital quando empatou o jogo, gols de Jeferson ainda no primeiro tempo e Jonathan, já no segundo. O Novo foi em busca da virada, pressionou, mas não marcou e, no fim, Escuro ainda marcou mais um para o Salgueiro, que venceu por 3 a 2 e avançou.

Divulgação/ECV

Vitória Corumbaense

Vitória venceu com tranquilidade o Corumbaense no Barradão

 

O Corumbaense recebeu no Arthur Marinho o ASA-AL e fez um jogo igual, com chances para os dois lados que não se concretizaram em gols. O empate em 0 a 0, porém, beneficiava o time alagoano que, assim, avançaria para segunda fase. Sem desistir, o Carijó chegou ao gol aos 45 minutos do segundo tempo. Elivelton cobrou falta frontal, por baixo da barreira, e foi o herói da inédita classificação do time para segunda fase ao marcar o gol da vitória por 1 a 0.

 

Na segunda fase, o adversário do Corumbaense foi um time da Série A do Campeonato Brasileiro e jogando como visitante. No Estádio Barradão, em Salvador, o então campeão estadual conseguiu fazer um jogo igual nos primeiros minutos contra o Vitória-BA, mas depois valeu a força técnica e física dos baianos. Yago, André Lima e Jonatas Belusso marcaram na vitória por 3 a 0. O Vitória seguiu adiante e o Corumbaense voltou pra casa.

 

Série D Campeonato Brasileiro

No Brasileiro, o Corumbaense caiu no Grupo A10, junto com Iporá-GO, Brasiliense-DF e Dom Bosco-MT e ficou na primeira fase. Fez oito pontos, com duas vitórias sobre Dom Bosco e Iporá, ambas em casa, dois empates e duas derrotas. Os classificados foram Iporá com 13 pontos e Brasiliense com 11.

 

O Novo figurou no Grupo A11 e enfrentou na primeira fase Sinop-MT, Ceilândia-DF e Aparecidense-GO. O time campo-grandense surpreendeu ao vencer o Ceilândia e o Sinop e empatar com a Aparecidense em casa. Assim, chegou na última rodada dependendo de venceu os goianos, em Aparecida de Goiânia, para avançar. O jogo foi para o intervalo sem gols e, na volta, o Novo buscou o resultado. Abriu vantagem com gols de Luiz Carlos e Emerson, Alex Henrique diminuiu e, em contra-ataque, o terceiro gol veio com Naldinho. A Aparecidense ainda diminuiu, mas a vitória histórica por 3 a 2 colocou os campo-grandenses na segunda fase com dez pontos. Mesma pontuação do Sinop, que levou vantagem no saldo de gols.

 

Na segunda fase o adversário foi o Iporá. O primeiro jogo foi no Morenão e terminou igual em 2 a 2. Matheus e Naldinho marcaram para o Novo enquanto Flávio e Lucka empataram. Na volta, em Iporá, o Novo chegou a colocar as mãos na vaga ao abrir 2 a 0, gols de João e Matheus. Mas o time da casa foi para pressão e, empurrado pela torcida, virou com Marco Antônio, Saulo e Danillo, vencendo por 3 a 2 e chegando à terceira fase.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix