Campo Grande/MS, Domingo, 18 de Novembro de 2018 |
27˚
(67) 3042-4141
Política
Sábado, 27 de Outubro de 2018, 08h:09
Tamanho do texto A - A+

TRF3 confirma que Odilon é investigado, após candidato desafiar Azambuja

Juiz aposentado alegou durante debate que não respondia a nenhum processo, a Justiça Federal provou o contrário

Leonardo Barbosa
Capital News

Leonardo Barbosa/Capital News

Candidatos trocam acusações e apresentam poucas propostas em encontro na TV Morena

Juiz Odilon (PDT) durante debate na TV Morena

Na noite da última quinta-feira (25), durante debate na TV Morena, o candidato Juiz Odilon (PDT) afirmou que não é investigado em nenhuma ação judicial, se dizendo ser “ficha limpa”, e desafiou o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) a mostrar provas de que seu nome está envolvido em inquéritos da justiça. Porém, o desembargador, Luis Carlos Hiroqui Muta, do TRF3 (Tribunal Regional Federal da 3ª Região), encaminhou um ofício à Justiça Eleitoral, informando sobre os processos em que o juiz Odilon de Oliveira é investigado.

 

Entenda

No início desta semana, Odilon representou contra o governador Reinaldo Azambuja, pedindo liminar para tirar do ar, propaganda eleitoral do tucano, na qual havia a informação de que o magistrado aposentado era alvo de investigação. De acordo com Odilon, a peça publicitária “trazia notícia falsa, com teor difamatório e injurioso, de que estaria sendo investigado pela Polícia Federal, perante o TRF3 e o CNJ”.

 

O juiz eleitoral Wagner Mansur Saad, porém, não concedeu a liminar ao pedetista e pediu informações aos tribunais superiores a respeito da situação do juiz. Nesta quinta-feira (25), o desembargador federal Luis Carlos Hiroki Muta, que também é corregedor, confirmou através de um ofício, que Odilon, de fato, é investigado em três procedimentos distintos.

 

 

Confira o documento enviado pelo TRF3 à Justiça Eletoral:

TRF3 confirma que Odilon é investigado, após candidato desafiar Azambuja

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix