Campo Grande/MS, Segunda-Feira, 24 de Julho de 2017 | 18:35
27˚
(67) 3042-4141
Política
Sexta-Feira, 19 de Maio de 2017, 14h:18
Tamanho do texto A - A+

Após denúncias contra Temer, protesto é marcado para domingo em Campo Grande

O povo pede “Fora Temer” e “Diretas Já”

Maisse Cunha
Capital News

Época Negócios

Após denúncias contra Temer, protesto é marcado para domingo em Campo Grande

Em pronunciamento oficial, temer disse que não renunciará

Dois dias após a população tomar conhecimento das denúncias de corrupção envolvendo o Presidente Michel Temer, protestos acontecem por todo país. Temer agora faz parte  do rol de políticos investigados na Operação Lava Jato.

Em Campo Grande, integrantes de diversos movimentos sociais, se organizam para uma manifestação marcada para domingo, às 9 horas da manhã, na avenida Afonso Pena, em frente à Praça Ary Coelho. Eles pedem a renúncia de Michel Temer, eleições diretas para escolha do presidente e vice, e a retirada das Reformas Trabalhista e da Previdência das pautas em tramitação no Congresso.



Em delação premiada, os irmãos Joesley e Wesley Batista, donos da JBS, entregaram à Procuradoria-Geral da República, gravação em que Temer aparece sendo conivente com o fato de os empresários estarem comprando o silêncio do ex deputado Eduardo Cunha, na prisão, e pede: “tem que manter isso ai, viu?”.

As acusações são gravíssimas, pois revelam que o Presidente da República, em pleno exercício do mandato, sabia, e concordava, com as ações que visavam a obstrução de justiça.

 

Em pronunciamento oficial, na tarde de ontem (18), Michel Temer disse que não renunciará.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix