Campo Grande/MS, Sábado, 16 de Dezembro de 2017 | 23:25
27˚
(67) 3042-4141
Cultura e Entretenimento
Domingo, 23 de Abril de 2017, 11h:32
Tamanho do texto A - A+

Exposição fotógrafica retrata realidade indígena em MS

A mostra é do fotógrago Dionedison Terena, da aldeia Bananal

Alline Gois
Capital News

Dionedison Terena

 Exposição fotógrafica retrata realidade indígena em MS

A exposição é composta por 32 fotografias em preto e branco

“Noneti – Uma câmera, um índio e 500 anos de opressão”, trinta e duas fotos em preto e branco e a luta do fotógrafo Dionedison Terena de mostrar a realidade indígena de Mato Grosso do Sul. A exposição acontece no Museu de Arte Contemporânea (MIS) de Campo Grande até o dia 15 de maio.

As fotografias retratam a realidade dos índios da etnia Terena, Guató, Ofaié e Guarani-Kaiowa. De acordo com o fotógrafo o projeto veio da “necessidade de contrapor a forma que a mídia noticia o ambiente indígena, muitas vezes distorcendo as informações”.

Dionedison Terena, de 39 anos, é natural da aldeia Bananal e, atualmente, vive na aldeia Água Bonita. Ele já fez vários cursos de fotográfica, entre eles na Escola de Comunicação Audiovisual da Bolívia (ECA). Esta é a sua segunda exposição.

O fotógrafo está elaborando outro projeto de conscientização nas escolas da aldeia para que a história de seu povo seja contada por eles mesmos.  “Hoje eu troquei o arco e flecha pela fotografia em defesa do meu povo”, enfatiza.

Durante os anos que buscou retratar a realidade da população indígena, Dionedison relata que já teve seus equipamentos fotográficos apreendidos por autoridades.  Ele espera que a mostra possa trazer reflexão as pessoas que forem visitar a exposição e que possam compreender mais sobre a luta indígena.

Serviço:
A exposição “Noneti – Uma câmera, um índio e 500 anos de opressão” acontece no MIS até o dia 15 de maio. O horário de funcionamento do museu é das 7h30 às 17h30.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix