Campo Grande/MS, Quinta-Feira, 13 de Dezembro de 2018 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Quinta-Feira, 23 de Junho de 2016, 17h:12
Tamanho do texto A - A+

Equipamento para controlar saída de detentos é testado em presídio de Amambai

Sistema está em teste há 15 dias e agentes penitenciários estão capacitados para uso dos equipamentos

Liniker Ribeiro
Capital News

Bruno Martins

Equipamento para controlar saída de detentos é testado em presídio de Amambai

Equipamento está sendo testado há 15 dias

Com o objetivo de facilitar o controle da entrada e saída de presidiários, está em fase de teste no Estabelecimento Penal Masculino de regime semiaberto, aberto e de assistência aos albergados de Amambaí, cidade no sul de Mato Grosso do Sul, o sistema de leitura biométrica. Agentes penitenciários estão sendo capacitados para uso dos equipamentos cujo o investimento foi de aproximadamente R$ 6,5 mil.

O pedido de modernização do monitoramento foi feito pela direção da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), responsável pelo controle das atividades em presídios do estado. O sistema é composto por leitor biométrico, um HD para salvamento de dados, um  nobreak e dois monitores. 

Na unidade de segurança, a medida está aprovada. “Com a biometria, o controle passou a ser automático e mais preciso, tornando mais difícil qualquer tipo de erro na contagem dos presos”, destaca o diretor do presídio, Alexandre Ferreira de Souza.

Segundo o diretor-presidente da Agepen, Ailton Stropa Garcia, diretores de operação estão “o uso da tecnologia, como no caso da biometria, tem se demonstrado muito útil para reforçar a segurança nas unidades prisionais”.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix