Campo Grande/MS, Terça-Feira, 19 de Fevereiro de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Terça-Feira, 12 de Fevereiro de 2019, 07h:56
Tamanho do texto A - A+

Aumento nas contas de energia será tema de audiência pública

Vereadora Daniela Hall (PSD) comanda a sessão no próximo dia 14 em Dourados

Renato Giansante
De Dourados para o Capital News

Thiago Morais/CMD

Aumento nas contas de energia será tema de audiência pública

Em Dourados um consumidor que pagava, em média, R$ 80 passou a pagar quase R$ 500

O aumento das contas de energia elétrica em Dourados continua gerando reclamações por porte dos consumidores e Câmara de Vereadores realizará uma Audiência Pública no próximo dia 14, às 19h, para debater sobre o assunto.

 

Denominado "Direito do Consumidor X Aumento nas contas de energia elétrica em Dourados", o evento foi proposto pela vereadora Daniela Hall (PSD), presidente da Comissão dos Direitos Humanos, Cidadania e Direitos do Consumidor da Casa de Leis em parceria com o deputado estadual Marçal Filho (PSDB) e vai contar com representantes do Procon, Inmetro, Defensoria Pública, Energisa e Ordem dos Advogados do Brasil (OAB 4ª Subseção).

 

"A população de Dourados não está convencida sobre os esclarecimentos prestados pela Energisa. Prova disso foi o protesto realizado no último dia 18 em frente a sede da concessionária. É visível o descontentamento da população em relação as contas do mês de outubro até janeiro e precisamos buscar respostas. O direito do consumidor não pode ser violado", destaca a vereadora citando que clientes reclamam de aumento de até 1.000% nas contas. "A concessionária alega que as altas temperaturas registradas em Mato Grosso do Sul principalmente no último mês de dezembro causaram elevação do consumo de energia, mas acredito que é possível um contraponto nessa afirmação, tendo em vista que durante o verão, o chuveiro elétrico é menos usado e muitos consumidores costumam viajar e passar quase o mês inteiro fora de casa", argumenta.

 

A vereadora também alerta a população para procurarem o Procon em caso de se sentir lesado. "É importante que o consumidor leve três contas de energias, sendo as duas últimas e uma atual, e ainda a foto tirada pelo celular, do medidor de energia, para que os órgãos fiscalizadores possam realizar a comparação", destaca.

 

O debate servirá para procurar soluções além do somente parcelamento das contas proposto pela Energisa. Além da Audiência sobre as contas de energia, o evento também debaterá a iluminação pública para buscar respostas da prefeitura quanto ao utilizado pela arrecadação deste quesito.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix