Campo Grande/MS, Terça-Feira, 18 de Dezembro de 2018 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Sexta-Feira, 12 de Janeiro de 2018, 18h:15
Tamanho do texto A - A+

Após guarda municipal ser esfaqueado, prefeitura diz que vai armar metade do efetivo

A tentativa de assassinato ocorreu durante abordagem a suspeito em praça da Capital

Laura Holsback
Capital News

Dois dias após um guarda municipal ter sido esfaqueado, a prefeitura de Campo Grande afirmou que até o fim do ano metade do efetivo estará armado.

Recebido via Whats App

Após guarda municipal ser esfaqueado, prefeitura diz que vai armar metade do efetivo

Guarda Municipal levou vários pontos no rosto por causa do ataque

  

A informação foi divulgada no site da administração municipal. “Nesta semana, representantes do Município e Governo do Estado se reuniram para tratar de assuntos pertinentes à segurança pública da Capital, que envolve a capacitação de 400 servidores ainda neste ano, para uso de arma de fogo em serviço. A primeira turma, com 200 pessoas, está prevista para começar o curso até o mês de abril”, diz trecho da nota. 

 

Conforme a prefeitura, o objetivo em armar os guardas municipais é reforçar a segurança pública da cidade. Atualmente, a Guarda Municipal conta com 1,2 mil servidores, mas apenas 103 foram qualificados para manuseio de arma letal. Eles são autorizados a utilizar calibre 38, de uso pessoal, e calibre 12, sendo disponível uma para cada viatura. 

 

No ano passado, a Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) repassou 275 revólveres para a Secretaria Especial de Segurança e Defesa Social de Campo Grande.

 

O caso

Guarda municipal, de 30 anos, foi esfaqueado ao abordar rapaz que estava em atitude suspeita, na Praça dos Imigrantes, na rua Joaquim Murtinho, no Centro de Campo Grande.

 

O fato que foi registrado na Polícia Civil como tentativa de homicídio aconteceu no começo da madrugada desta quarta-feira (10). O servidor público foi atacado com golpes no rosto e precisou levar dezenas de pontos.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix