Campo Grande/MS, Quarta-Feira, 22 de Novembro de 2017 | 00:37
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Segunda-Feira, 21 de Agosto de 2017, 17h:36
Tamanho do texto A - A+

Ainda neste ano, concessionária retorna as obras de duplicação da BR-163

Pressão de vereadores e anúncio de que rodovia seria concluída até 2018 vieram um pouco antes de retomada

Danilo Galvão
Capital News

Divulgação

CCR MSVia realiza obras Br 163

CCR MSVia em intervenções na rodovia que possui concessão no Mato Grosso do Sul

A CCR VIAMS fará a retomada parcial das obras de duplicação da BR-163 em trechos da rodovia no Mato Grosso do Sul. Os trabalho da concessionária na rodovia estavam paralisados há quatro meses. A concessão fechada para três décadas em 2013 com a empresa atuou até o momento em recuperação de pistas e duplicação de 138 quilômetros da via. A previsão de investimento será de R$ 1,9 bilhão durante o contrato. 

 

Na nova fase de obras da CCR VIAMS serão investidos mais R$ 143 milhões em 12,5 quilômetros de duplicações e 84 quilômetros de restauração de pavimento em vários trechos da rodovia. A empresa tenta por meio de um recurso protocolado junto a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) reformular o contrato da concessão, em virtude do momento da economia brasileira, e mudança das bases para financiamento do empreendimento pelo BNDES e pela Caixa.

 

Monitoramento moderno e receita tributária a municípios 

No Estado, o impacto indicado pela concessão é de se gerar R$ 62 milhões de recolhimento de ISS (Imposto Sobre Serviços) em municípios do Estado. A CCR VIMS cobra pedágio em áreas da BR-163 no Mato Grosso do Sul, oferecendo atendimento 24 horas por dia, de cerca de 500 colaboradores treinados e capacitados, 17 Bases Operacionais e mais de 80 viaturas. Dentro da estrutura de modernização na rodovia é instalado também um circuito de 400 câmeras.

 

A paralisação nas obras de duplicação originou um movimento  organizado por vereadores de 13 cidades do Estado. Encabeçada pela Câmara Municipal de Campo Grande, outras Casas de Leis integraram audiências públicas sobre o impasse e reflexo inclusive para a segurança de moradores que residem no entorno da rodovia. 

 

Deurico/Capital News

Em audiência pública CCR afirma que o contrato da BR-163 não é exclusivamente para a duplicação da rodovia

O vereador João Rocha, durante audiência com a CCR MSVIA

Na semana passada, pouco antes do anúncio da retomada das ações de duplicação da BR-163, o presidente do Legislativo da Capital veio a público para cobrar urgência nas alterações da pista, lembrando de acidentes fatais durante os meses que a CCR MSVIA interrompeu os trabalhos de adequação na rodovia. 

 

Outra notícia boa quanto a BR-163 que surgiu em agosto foi a certeza de que a rodovia será concluída pelo Exército Brasileiro. O Governo Federal irá investir R$ 128,5 milhões no trecho entre Cuiabá-MT e Santarém-PA, facilitando o escoamento da produção agrícola do Centro-Oeste. 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix